segunda-feira, 1 de março de 2010

Pontos de Vista..

Pois bem o inicio deste Blog procura lançar para a mesa virtual de discuções, ideias para a nossa muy nobre Leça da Palmeira. Para evitar a pressão do primeiro Post, como podem verificar foram colocados coisas sem grande interesse nos primeiros pontos do Blog.
Explorar as potencialidades da nossa Cidade - parece ser um repto aceite por qualquer um. Quanto às potencialidades, elas existem e podem ser intrepretadas de variadas formas.
A utilização da nossa Praia e Zona Histórica como fumento do turismo local \ internacional, aproveitando a entrada do Porto de Leixões de uma forma conjugada com as oportunidades para o sector privado, alicerçadas pelos grupos autónomos e colectividades da freguesia são ideias que fazem sentido.

O actual executivo da Junta de Leça da Palmeira parece estar inclinado para acções de visiblidade neste aspecto, exemplos disso foram as tentativas de abranger a sociedade em festas populares como a passagem de ano e o Carnaval, acções das quais, pelo que constatei foram estrondosos sucessos.

Um repto lançado e repetido na Blogosfera nos ultimos dias:

"Repto:

Queremos que exista em Leça da Palmeira um Roteiro Cultural
Siza Vieira, conhecido Internacionalmente e que atraia estudantes de
Arquitectura de todo o Mundo e que a Casa da Quinta de Santiago
ustente documentalmente esse circuito.
Queremos que se crie uma Sinalética Siza Vieira, própria, para assinalar
as obras do nosso Arquitecto e o itinerário para as suas visitas." - por José Modesto




Um Roteiro Cultural poderia fazer muito mais pela cidade que o "roteiro" das bicicletas (vulgo ciclovia cujo tema abordarei noutra altura)

Piscina das Marés, Casa de Chá.. sim, parece-me que um dos locais mais emblemáticos para criar algo acerda de Siza Vieria seria em Leça da Palmeira e o Museu da Quinta de Santiago precisa de motivos locais para sobressair e para se fazer sentir enquanto museu. Atenção, num parentisis é necessário referir  que o Museu da Quinta de Santiago foi reconstruido não por Siza Vieira mas por Fernando Távora, tal como a vizinha Quinta da Conceição.. só para não induzir ninguem em erro, pois muitas vezes é referida a obra de Siza Vieira na Piscina da Quinta de forma um pouco leviana que dá a entender que toda a Quinta foi obra dele.

Faz sentido. Concordo.  A influencia de Siza na arquitectura é reconhecida a nivel Internacional e na Universidade do Porto existem seguramente bastantes estudantes que aproveitariam a existencia desta "ferramenta".

No entanto o Roteiro Cultural e a temática do Museu não se deveriam resumir a um aspecto arquitectónico, por um lado porque não se deve colocar os ovos todos no mesmo cesto. Existe sempre o risco como em qualquer inciativa da mesma falhar, de não conseguir vingar, perdida nas capacidades divulgadoras da temática. A arquitectura não tem a mesma dimensão que tem o futebol ou os concursos televisivos.. neste momento e com a Febre com o jovem Filipe Pinto penso que num imediatismo pragmático teria mais visitantantes um Roteiro do vencedor dos Idolos Filipe Pinto que um Roteiro Cultural Siza Vieira.



Por outro lado, Leça da Palmeira tem potencialidades Culturais por explorar.
Se é certo que não à motivo nenhum para o Mar à Mesa ser exclusivo do outra lado da ponte, a animação nocturna e diurna dos nossos bares, os nossos Barbeiros (sim lerem bem Barbeiros), o desporto praticado pelos vários clubes em Leça, a criatividade dos nossos jovens musicos,..  ! Mas estou a divagar e parece que desta forma abri um pouco do livro dos temas que virei a tratar no futuro!

6 comentários:

  1. Força Amigo, excelente reflexão.
    Precisamos de trabalhar por Leça e pelos leceiros.
    Queremos que Leça da Palmeira seja o melhor sitio para se viver.

    Saudações Marítimas
    José Modesto

    ResponderEliminar
  2. Olha Olha.. não chegava um..

    Que raio de ideia parva, deve ter cunhas com o Siza?

    ResponderEliminar
  3. Acrescentar apenas uma informação que até pode não ser muito importante neste post...
    O restauro que foi feito no Museu Quinta de Santiago, pelo Arq. Fernando Távora, foi recentemente desrespeitado e destruido com total responsabilidade da CMM.

    ResponderEliminar
  4. MAIS UM BLOG.. PORRA NÂO CHEGA DE BLOGS?

    ResponderEliminar
  5. "O restauro que foi feito no Museu Quinta de Santiago, pelo Arq. Fernando Távora, foi recentemente desrespeitado e destruido com total responsabilidade da CMM"

    Pois bem este era um bom tema para reflectir... mas da qual não tenho informações além de alguns rumores de café..

    ResponderEliminar
  6. De facto Leça da Palmeira é do melhor que o concelho de Matosinhos tem, alias, não é por acaso que é a freguesia mais cara do concelho para se morar!
    Pitt

    ResponderEliminar